Albumina

0 comments
albumina  Albumina ALBUMINA 740x355
Gostou? Compartilhe!
Albumina
5 (100%) 1 voto

A albumina é uma proteína intrínseca, ou seja, ela é produzida pelo nosso corpo e compõe grande parte do plasma sanguíneo, consistindo em até 70% dos elementos sólidos dele e é essencial para o funcionamento do organismo. Ela é produzida pelo fígado e exerce diversas funções que asseguram o bom funcionamento do corpo.

Uma das suas principais funções é atuar como uma verdadeira carregadora de substâncias, se ligando a compostos hidrofóbicos, que não se ligam facilmente com a água, e colaborando para que eles sejam transportados pela corrente sanguínea. A albumina também carrega estas moléculas para dentro e fora dos tecidos, e sem ela essa atividade não seria possível. Uma outra função também importante da alumina é se certificar que o equilíbrio de água entre os tecidos e o sangue seja adequado. Quando ela diminui, a água presente nos vasos sanguíneos extravasa para as células em contato com esses vasos, causando um edema generalizado. Por esse motivo, que em doenças crônicas que cursam com a hipoalbuminemia, o portador está sempre inchado.

Ela também está relacionada com os processos de coagulação sanguínea. Quando ela está em falta, então ocorrem eventos hemorrágicos, dificuldade na cicatrização de lesões e até mesmo um aumento do volume do ciclo da menstruação nas mulheres. A albumina produzida pelo nosso corpo é a chamada soroalbumina. Por sua importância no funcionamento e metabolismo, o consumo da albumina derivada da clara do ovo como suplemento é uma alternativa para melhorar as atividades dependentes dessa proteína tanto em pessoas sadias como nas que apresentam certas doenças.

Benefícios do uso da Albumina na Suplementação

A suplementação com os produtos de albumina vai muito além dos benefícios apenas dessa proteína, já que, na maioria das vezes, eles contêm substâncias adicionais que também contribuem para o corpo e seu bom funcionamento. Assim, além da proteína da clara do ovo desidratada, eles também apresentam ferro e vitaminas.

Entre os benefícios estão:

Reparação muscular e reposição proteica

Atualmente, esse é o principal objetivo desejado pelos consumidores da albumina e foi descoberto através de pesquisas realizadas em idosos, visando manter sua força muscular e evitar acidentes como quedas, tão comuns nessa idade.

Nessa pesquisa, os cientistas relacionaram níveis baixos de albumina sérica com menor força muscular, e assim, indicando que a albumina aumenta a capacidade e a funcionalidade dos músculos.

Por ser uma proteína de alto valor biológico, ao ser ingerida em adeptos da musculação ela repõe eventuais perdas musculares pelo esforço dos treinos, visando diminuir o catabolismo. A disponibilidade biológica plasmática dessa proteína também ajuda no ganho de massa muscular.

Diminuição dos sintomas pós treino

Uma pesquisa realizada pela Ball State University de Indiana, nos Estados Unidos, comparou os sintomas de fisiculturistas após uma semana de overtraining. Enquanto um grupo tomou um suplemento de albumina após os exercícios o outro grupo tomou um placebo, sem que nenhum dos dois grupos soubessem qual dos dois produtos estava tomando.

Após algumas semanas, os pesquisadores notaram que os indivíduos que faziam parte do grupo que tomou o suplemento com albumina relataram ter menos sintomas após realizarem os exercícios, indicando, assim, que ela pode ajudar a diminuir essa sensação após o treino.

Aumenta a saciedade

As proteínas já tem essa característica de diminuir a vontade de comer por terem uma digestão mais lenta do que outros nutrientes da dieta. A albumina, por ser de média – lenta absorção entre todas as proteínas, aumenta ainda mais esse período de saciedade.

Melhora a coagulação

Por estar intimamente ligada aos fatores e à cascata de coagulação, a albumina suplementar melhora essas funções do organismo, evitando sangramentos, eventos hemorrágicos graves e melhorando a cicatrização. Como nos indivíduos saudáveis a função da coagulação está preservada, esse benefício é considerado visando portadores de doenças crônicas que envolvem essa atividade.

Como tomar albumina

Horários para se tomar albumina:

Primeiramente você pode utilizar a albumina ou qualquer outro tipo de alimento proteico de 3 em 3 horas ou até mesmo de 2 em 2 horas, isso vai depender do seu objetivo e disponibilidade financeira, claro, mas lembre-se, quanto mais puderem se manter em estado anabólico, maior chance de resultados, então não vamos pecar na alimentação e suplementação.

Basicamente vamos colocar na ordem de prioridade os principais períodos pra a melhor absorção e aproveitamento da albumina.

Depois do treino:

Se não tiverem, preste atenção, se não tiverem condições de comprar uma Whey Protein, então coloque a albumina no lugar e tomem com Dextrose ou maltodextrina. Mas ainda dê preferência para o pós treino a Whey, por ter uma absorção mais rápida e pela síntese proteica ser excelente.

Antes de dormir:

Agora sim, o período mais indicado para suplementar com albumina, muitos falam que ela é de lenta absorção, mas se comparada a caseína ela é de média para lenta absorção. Então pelo seu baixo custo comparado a outros suplementos proteicos, a albumina é o mais indicado como proteína “time release” durante esse período que ficaremos sem se alimentar.

Ao acordar:

Lembre que você ficou um bom tempo sem comer, seu corpo necessita além de carboidratos, de proteína também para poder evitar o catabolismo, pode-se colocar, como disse, dependendo da disponibilidade de financeira, uma Whey ou albumina no seu shake.

Antes do Treino:

Bom, essa é uma opinião minha, muitos podem discordar, mas eu sou contra suplementação antes do treino, principalmente de fazer uso de maltodextrina como já expliquei em alguns posts e comentários por aqui. Dou preferência por uma boa refeição sólida um período antes de ir treinar, e só, sem suplementação.

Quanto à quantidade a ser consumida, vocês sabem que vai do objetivo de cada um, mas a recomendação é de aproximadamente 1.5g até 3g /Kg para o total de proteína da dieta somando-se suplementos e alimentos, mas isso quem vai definir é um profissional ao elaborar sua dieta.

Efeitos Colaterais albumina

Os efeitos colaterais podem ser leves e desagradáveis ou mais sérios, quando tomados sem critério.

  • Entre os mais comuns estão o acúmulo de gases e diarreia, causados por uma reação do sistema gastrointestinal em algumas pessoas suscetíveis e mais sensíveis. Apesar de ser desagradável, ele não é grave e pode ser evitado com o uso de medicações com orientação médica.
  • Entre os efeitos colaterais graves – porém mais raros – estão as alergias e distúrbios renais que já foram descritos com o uso em excesso e sem critério do suplemento da albumina.

O que acontece é uma “sobrecarga” renal pelo aumento de trabalho causado pela grande concentração de proteína ( e as vezes de sódio) no sangue. Ainda, alguns centros relatam a deficiência de biotina resultante do consumo em excesso da albumina, porém, mais estudos são necessários para confirmar essa afirmação.

Gostou? Compartilhe!

Artigos assinados pelo Suplementos Mais Baratos são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Acesse: www.suplementosmaisbaratos.com.br

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário:

  • Onde comprar?



  • Mais vistos hoje!

  • Fique por dentro ;)

  • RSS Treino e performance

  • Melhores avaliados

  • REDES SOCIAIS

    ÚLTIMAS POSTAGENS

    TWEETS MAIS RECENTES

    Ler todos os tweets

    Suplementos Mais Baratos © Copyright 2015. Todos os direitos reservados

    Design e desenvolvimento por : Sucesso Web Team