Hipercalórico

hipercalórico é um suplemento energético que possui como principal função um suporte calórico diário suficiente. Os hipercalóricos são utilizados principalmente por praticantes de atividades físicas que desejam conseguir o ganho de massa corporal em pouco tempo, seja de massa magra ou gorda.

Pessoas com dificuldades de ganhar peso por terem o metabolismo acelerado são os maiores adeptos do suplemento hipercalórico.

Indice / Sumário

Avalie nosso artigo !
⭐⭐⭐⭐⭐

User Rating: Be the first one !

Composição do hipercalórico

Os hipercalóricos são compostos por proteínas de alto valor biológico, aminoácidos com lipídios, que são considerados bons para o consumo como o ômega 3 e o ômega 6. Os hipercalóricos também contam com vitaminas e sair minerais de maneira opcional e como componente principal dos hipercalóricos, tem os carboidratos em elevada concentração. Estes são simples, ou seja, de alto índice glicêmico, complexos ou com uma mistura de ambos os tipos. Os hipercalóricos também contam com altas concentrações de proteína, o que ajuda no crescimento dos músculos e também da hipertrofia muscular.

Benefícios do hipercalórico

  • Aumento do peso, tanto em percentual de gordura quanto de massa magra;
  • Reconstrução e ganho de massa muscular;
  • Balanço energético da dieta;
  • Melhor desempenho durante os treinos.

Hipercalórico associado a musculação

Os suplementos hipercalóricos são um dos mais consumidos nas academias. Estudos realizados com jovens com idade entre 15 e 25 anos que frequentavam academias na cidade de São Paulo, 81% dos participantes afirmaram que consumiam suplementos hipercalóricos. Os maiores consumidores dessa substância, segundo a pesquisa, são do sexo masculino.

Para aqueles que usam o hipercalórico juntamente com o treino de musculação tendem a ganhar mais massa magra do que aumento de tecido adiposo. O carboidrato é utilizado como fonte de energia durante os treinos e como está em alta concentração é possível manter o treino por mais tempo. Assim, você conseguirá fazer um tempo maior de treino e, consequentemente, pode garantir maior hipertrofia.

Para aqueles que usam o hipercalórico juntamente com o treino de musculação tendem a ganhar mais massa magra do que aumento de tecido adiposo. O carboidrato é utilizado como fonte de energia durante os treinos e como está em alta concentração é possível manter o treino por mais tempo. Assim, você conseguirá fazer um tempo maior de treino e, consequentemente, pode garantir maior hipertrofia.

Que horário e como tomar o Hipercálorico

Não existe uma definição entre os profissionais sobre qual o melhor momento para ingerir o hipercalórico. A recomendação é que esse suplemento seja consumido junto com alguma refeição que tenha baixo valor nutricional e não será capaz de oferecer o suporte necessário para os treinos. Não é aconselhável substitui-lo pelas refeições. O hipercalórico é comercializado na forma de pó e pode ser misturado com água, suco, shakes, vitaminas de frutas, nos lanches ou no café da manhã.

Para os que fazem musculação e usam o hipercalórico como único suplemento, o ideal é que seja consumido imediatamente após o treino misturado como água. Porém, o Whey Protein continua sendo a melhor opção para esse momento. Misturar com leite também é uma boa opção já que aumentaria o aporte de proteínas. De preferência, escolha o leite desnatado.

Na maioria das embalagens desse suplemento, vem informado a dose recomenda.

Para quem o hipercalórico é indicados?

Indicado para indivíduos que estão iniciando agora na musculação e estão abaixo do seu peso, também para outros esportistas que gastam muitas calorias durante seus treinos e praticantes de algum tipo de arte marcial, usam os hipercalóricos como energizantes. Ectomorfos que na maioria se caracterizam por baixo peso e dificuldades de ganhar massa muscular, devido ao seu metabolismo ser muito rápido e a queima de calorias ser mais intensa, também tem encontrado nos hipercalóricos um auxilio para hipertrofia.

Após o individuo atingir o peso ideal, o mais indicado é ele substituir os hipercalóricos pela Whey Protein e Dextrose. Já que como pode ser visto na composição nutricional dos hipercalóricos, eles possuem grande quantidade de maltodextrina, carboidrato de alto índice glicêmico, que em excesso, pode causar o acúmulo de gordura.

Contraindicações e efeitos colaterais dos hipercalóricos

A primeira informação importante a saber é que todo hipercalórico, assim como todos os outros suplementos, só devem ser usados segundo prescrição do nutricionista. Esse tipo de suplemento possui uma quantidade de calorias variável a depender do fabricante. Então, sem a ajuda de um profissional você pode estar ingerindo muito mais ou muito menos do que realmente precisa.

Ele não é indicado para qualquer pessoa. Se você é saudável e não possui nenhuma alteração no metabolismo, uma dieta balanceada é ainda a melhor opção. Além do mais, é ideal que o consumidor esteja praticando exercícios físicos de maneira intensa e que querem aumentar muito a sua massa magra. Pessoas com problemas hepáticos ou renais devem tomar cuidado pois o excesso de proteínas sobrecarregam esses órgãos.

Os carboidratos em excesso também podem causar consequências negativas para a saúde. Num primeiro momento, o hipercalórico podem causar uma elevação nas taxas de insulina e, num segundo momento, pode ocorrer o efeito rebote e hipoglicemia. Muito carboidrato pode causar náusea, vômito e até mesmo diarreia. Pessoas com diabetes ou que tenha propensão para o desenvolvimento da doença, devem consultar um médico primeiro.

Receitas de hipercalóricos caseiros

Os hipercalóricos podem ser um pouco caros e pesar no bolso de alguns, principalmente se você utiliza outros suplementos. Hipercalóricos caseiros são fáceis de fazer e muito mais baratos. Você pode utilizar vários alimentos para fazer a receita como manteiga de amendoim, queijo cottage, frutas congeladas, iogurte, maltodextrina, dextrose, Óleo de coco, aveia, entre outros. Confira algumas receitas abaixo:

Receita 1

Ingredientes:

  • 1 banana média;
  • 2 colheres de sopa de amendoim torrado moído;
  • 40 gramas de maltodextrina;
  • 40 gramas de aveia (4 colheres de sopa);
  • 400 ml de leite integral ou, para quem tem intolerância à lactose, leite de coco;
  • uma medida de Whey Protein da marca de sua preferência;

Como fazer: bata tudo no liquidificador.

Calorias totais: 945 kcal por dose.

Receita 2

Ingredientes:

  • 2kg de farinha de aveia;
  • 1kg de achocolatado;
  • 500 gramas de whey protein (pode ser substituído por albumina);
  • 500 gramas de amendoim;

Como fazer: bata tudo no liquidificador.

Para cada porção de 140 gramas (equivalente a 6 colheres de sopa):

  • Calorias totais: 555 kcal;
  • Carboidratos: 76 gramas;
  • Proteínas: 30 gramas;
  • Gorduras: 15 gramas;

Gostou? Compartilhe!