Naltrexona

0 comments
naltrexona  Naltrexona naltrexona
Gostou? Compartilhe!
Naltrexona
Avalie este artigo

Hoje em dia, é difícil encontrar um medicamento que sirva para tratar só algo específico no nosso organismo. Com os avanços das pesquisas, vários remédios se revelam com o passar do tempo, ótimo para várias setores da saúde. O Naltrexona é um desses medicamentos, ele foi criado inicialmente para o tratamento de vícios em álcool ou drogas, ele se mostrou muito útil também no emagrecimento.

Para que serve a Naltrexona?

A Naltrexona é um remédio que serve – principalmente – para o tratamento do alcoolismo e de pessoas com dependência de substâncias (opióides) como morfina.

Em segundo caso, a Naltrexona se mostrou muito positiva para a perda de peso em conjunto com o medicamento Bupropiona. A junção dos dois diminui o apetite resultando em um consumo menor de calorias diariamente.

Quais são os efeitos da Naltrexona?

O Naltrexona funciona no organismo do alcoólatra ou do dependente de forma que alivia os sintomas da abstinência. Sua função é agir na parte do cérebro em que relacionamos uma coisa à sensações de prazer e recompensa. Nisso, o medicamento bloqueia a região cerebral em que sentimos o prazer ao consumir a bebida alcoólica ou a morfina, por exemplo. Resultando na redução da necessidade da pessoa ingerir o álcool ou drogas opióides, porque na sua cabeça aquilo não te proporcionará nenhum prazer e satisfação.

Apesar dos efeitos positivos nesse tratamento, é importante destacar que no caso de tratar dependências é sempre ideal que a pessoa acompanhe terapias e participe de aconselhamentos. Pois a bebida ou a droga tem efeito significativo – não só no físico – mas como também no nosso psicológico.

Naltrexona e Bupropiona

Sozinha a Naltrexona não tem o efeito emagrecedor. Mas junto com a Bupropiona os resultados têm sido bem satisfatórios. Tudo começou pensando em como a Naltrexona age no cérebro inibindo a relação de sensação de prazer e recompensa com a bebida. Pensando por esse lado, a comida também trabalha dessa forma muitas vezes. Para pessoas que têm distúrbios alimentares, a comida funciona como uma terapia que traz satisfação pessoal. Por isso que essas pessoas acabam engordando. Não relacionando mais a comida a esse estado de prazer (bloqueando como a Naltrexona pode fazer), o apetite diminui e consequentemente o consumo de calorias e os quilos a mais.

Mas é importante destacar que apesar dessa mistura fazer sucesso para o emagrecimento, é que essa junção de medicamento não é autorizada pela Anvisa pelos riscos e efeitos colaterais que podem prejudicar a sua saúde.

Apesar dos efeitos positivos nesse tratamento, é importante destacar que no caso de tratar dependências é sempre ideal que a pessoa acompanhe terapias e participe de aconselhamentos. Pois a bebida ou a droga tem efeito significativo – não só no físico – mas como também no nosso psicológico.

O que é a Bupropiona?

A bupropiona é um medicamento que há 20 anos é utilizado no tratamento de pessoas que desejam parar de fumar. Antes disso, ele era receitado para pacientes que sofriam de depressão. Esse antidepressivo ajuda a inibir a recaptação de dopamina em maior grau e esta fica circulando por mais tempo na corrente sanguínea oferecendo sensação de bem-estar e tranquilidade. Foi exatamente esta ação que facilitou a vida de alguns fumantes durante a fase de abstinência. A vontade de fumar já não era tão forte o que ajudou muitos indivíduos a ganhar a luta contra o cigarro.

A bupropiona tem como principal vantagem o fato de reduzir a desistência ao tratamento contra o cigarro. Como a crise de abstinência fica controlada é muito mais provável que o paciente continue com o tratamento e que tenha uma resposta eficaz a ele livrando-se de uma vez por todas do cigarro. Porém, para aqueles que não conseguem parar de fumar por causa de uma dependência psicológica e não de causa química, este medicamento não ajudará muito.

Além disso, como a bupropiona acaba mexendo nos níveis de dopamina, não é aconselhável a administração em pacientes que sofrem de nenhum transtorno depressivo. Liberar mais dopamina em pessoas saudáveis pode levar a um estado de euforia no paciente e levar a desenvolver outros problemas psiquiátricos. Cardiopatas e hipertensos também precisam tomar cuidado antes de começar o tratamento com bupropiona. O ideal é que eles sejam sempre avaliados pelo médico que irá receitar a dosagem compatível com as suas necessidades e restrições.

Efeitos colaterais da Bupropiona

O normal é que não ocorram efeitos colaterais durante a ingestão da bupropiona já que a maioria dos pacientes não apresenta nenhuma reação adversa. Mas como os organismos são muito diferentes pode acontecer de você apresentar algum sinal ou sintoma como resultado do uso da bupropiona.

Dentre as reações alérgicas é possível observar:

  • inchaço na língua, lábios ou pálpebras;
  • dificuldade para respirar ou chiado no peito;
  • dores musculares ou nas articulações;
  • vertigens e desmaios;
  • problemas para dormir;
  • dores de cabeça;

Bupropiona emagrece?

A Bupropiona não tem efeito termogênico, não emagrece e nem possui essa finalidade. Supostamente seu efeito no emagrecimento pode estar relacionado pelo seu efeito antidepressivo, que ao combater a ansiedade, reduziria a vontade de comer e consequentemente resultaria na perda de peso. Mas não é nem um pouco recomendado tomar a bupropiona para fins estéticos e para auxiliar no emagrecimento. Além de se tratar de um medicamento controlado para combater a depressão e parar de fumar, existem inúmeros termogênicos que possuem bem mais eficácia na queima de gordura, além dos recursos básicos e bem mais saudáveis como a prática de atividades físicas e alimentação balanceada.

Naltrexona e Bupropiona juntas emagrecem?

Um estudo realizado com participantes obeso, onde 90% eram mulheres e estavam acima dos 100kg, mostrou resultados observados a partir do uso da Naltrexona com a Bupropiona, os resultados foram promissores. Os participantes foram submetidos a um intenso programa de perda de peso, que incluía dieta, atividade física e acompanhamento psicológico. Dois terços dos participantes também tomaram Naltrexona e Bupropiona durante a duração do programa.

Após o final do programa de emagrecimento, estes foram os resultados:

  • A perda de peso média foi de 5% do peso total do início do programa (de cinco a sete quilos);
  • 11% dos participantes que ficaram até o fim do programa tiveram uma perda de peso superior a 11% de seu peso total inicial;
  • Aqueles que fizeram tratamento com Naltrexona e Bupropiona perderam mais de 15% do seu peso corporal total (de nove a 11 quilos);
  • Do total de participantes que fizeram o tratamento com Naltrexona e Bupropiona, 29% chegou a eliminar mais de 15% de seu peso inicial.

Ou seja, a Naltrexona e Bupropiona funcionam para emagrecer, mas seu uso deve estar associado a uma mudança nos hábitos de vida que incluem uma dieta equilibrada e a prática de atividades físicas regulares

Como tomar a Naltrexona?

A Naltrexona para o tratamento do alcoolismo deve ser tomado com 1 dose diária de 50 mg, por três meses. Já no tratamento da dependência química, o paciente só deve começar a tomar após o organismo estar livre das substâncias por no mínimo de 7 dias.

Gostou? Compartilhe!

Artigos assinados pelo Suplementos Mais Baratos são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Acesse: www.suplementosmaisbaratos.com.br

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário:

  • Onde comprar?



  • Mais vistos hoje!

  • Fique por dentro ;)

  • RSS Treino e performance

  • Melhores avaliados

  • REDES SOCIAIS

    ÚLTIMAS POSTAGENS

    CN3 Cellucor - Cellucor CN3
    25 Sep 20170 comentários
    Androdiol - Hi-Tech Pharma
    22 Sep 20170 comentários
    1-AD - Hi-Tech Pharma
    21 Sep 20170 comentários

    TWEETS MAIS RECENTES

    Ler todos os tweets

    Suplementos Mais Baratos © Copyright 2015. Todos os direitos reservados

    Design e desenvolvimento por : Sucesso Web Team