Seja bem vindo!


Ganhar Energia e Performance

Diversos suplementos são fabricados para que sua energia e performance no treino sejam melhoradas, porém nem todos funcionam tão bem, por isso separamos os melhores suplementos que irão fazer com que seus objetivos sejam alcançados.

Tudo isso é possível devido aos ingredientes presentes na fórmula desses suplementos que são:

A suplementação de creatina e o exercício de resistência não estão tipicamente vinculados na mesma frase. A creatina é mais reconhecida em termos de força, velocidade e poder - e por uma boa razão. Existem centenas de estudos e pesquisas publicados que apoiam o uso de creatina como uma ajuda ergogênica efetiva para melhorar a força e o tamanho muscular.

Se você pode superar os efeitos diretos da creatina - e aumentar as quantidades de fosfocreatina, aumentar rapidamente a produção de ATP e melhorar o desempenho anaeróbio - você verá que a suplementação de creatina pode oferecer benefícios indiretos aos corredores, ciclistas e triatletas, além ajudar a levar seu treinamento para o próximo nível.

Os exercícios de intervalo no limiar de lactato, trabalho de velocidade e treinamento em colina são técnicas comuns e, muitas vezes, temidas, que são usadas para melhorar a eficiência operacional e os tempos de desempenho. Quanto maior a qualidade dessas sessões, mais rápido você estará atravessando a linha de chegada.

A suplementação de creatina é capaz de diminuir o tempo de recuperação durante intervalos repetidos e aumentar a produção de energia no limiar de lactato. As melhorias na velocidade, energia e economia em execução durante suas sessões de treinamento se traduzem em melhor desempenho no dia da corrida!

Dose recomendada: De 3 a 5 gramas por dia. O ganho de peso inicial que é causado por um aumento na água corporal total, pode diminuir o seu desempenho nos treinos.

A cafeína tem sido utilizada por atletas do mundo todo para aumentar o desempenho dos seus treinos. Não só fornece um rápido levantamento para as sessões de treino matinal, mas a capacidade da cafeína de reduzir a percepção de esforço e ajudar a retardar a fadiga pode tornar essas corridas mais longas mais suportáveis.

Houve inúmeros estudos destacando os benefícios do consumo de cafeína no desempenho de resistência, incluindo melhorias no ciclismo e desempenho em crossfit, tempos de corrida de 8 quilômetros e ensaios de tempo mais rápidos. Como bônus adicional, a cafeína pode aumentar a oxidação de gordura, o que pode ajudar com o controle de peso.

Uma vez que a cafeína atinge a maior concentração sanguínea em cerca de uma hora, é recomendado tomar com cerca de 60 minutos antes de uma corrida para que possa ajudá-lo a passar por um 5 Km, 10 Km ou mesmo uma maratona, além de te ajudar nos treinos na academia aumentando a quantidade de séries que você pode fazer. E embora a cafeína seja diurética - o que significa que aumenta a produção de urina - um artigo de revisão recente de pesquisadores da Universidade de Connecticut (Storrs) sugeriu que o consumo de cafeína não causa desequilíbrios de água-eletrólitos nem diminui a tolerância ao exercício físico.

Dose recomendada: É recomendado fazer o consumo de cafeína em uma quantidade de 450 gramas por quilo de peso corporal, sempre 60 minutos antes do início do seu treino.

Sabemos que a suplementação de beta-alanina é capaz de melhorar o desempenho e atrasar a fadiga durante a atividade de alta intensidade.

As corridas de tempo, o ritmo da corrida e até o levantamento de peso para melhorar a economia em execução, são todos os aspectos do seu treinamento que se beneficiarão com a suplementação de beta-alanina. Na verdade, vários estudos encontraram efeitos positivos sobre o desempenho de resistência, incluindo o desempenho do ciclismo e os tempos de remar, com suplementação de beta-alanina.

Durante sessões de treinamento altamente intensas, seu corpo acumula íons de hidrogênio. Estes íons de hidrogênio contribuem para baixar o pH, o que, em última análise, resulta em fadiga. A beta-alanina, um derivado de aminoácido, irá aumentar o conteúdo de carnosina intramuscular, o que pode aumentar a capacidade do corpo de amortecer íons de hidrogênio. Isso pode potencialmente retardar a fadiga e melhorar o desempenho do exercício, aumentar o volume de treinamento e reduzir a percepção da fadiga.

Dose recomendada: De 3 a 6 gramas por dia, tomadas em doses de 800 miligramas ao longo do dia para reduzir os efeitos da parestesia, um formigueiro temporário ou entorpecimento semelhante ao de um membro que adormece.

Comumente usado como conservante para carnes e outros alimentos, o fosfato de sódio agora pode adicionar "reforço de desempenho" ao seu currículo. O carregamento de fosfato de sódio mostrou aumentar a capacidade aeróbia e o tempo até a exaustão, aumentando a capacidade dos glóbulos vermelhos para fornecer oxigênio aos músculos ativos. Além disso, vários estudos encontraram melhorias no desempenho de resistência por meio de aumentos na absorção máxima de oxigênio.

Dose recomendada: De 3 a 5 gramas por dia, tomadas em doses de grama simples sempre no período de 3 a 6 dias antes de um evento de resistência como uma corrida a pé ou de ciclismo.

Se você estiver pensando em fazer uma corrida longa ou de bicicleta, não deixe para trás seus BCAAs. Um mecanismo de fadiga central no exercício é o triptofano livre que atravessa a barreira hematoencefálica (BBB). Uma desvantagem do triptofano é que ajuda na liberação de certos neurotransmissores - serotonina, em particular - que podem afetar a excitação, a sonolência, o humor e, finalmente, a fadiga.

Uma vez que os BCAA e o triptofano competem pelo mesmo transportador de proteínas, o aumento das concentrações de BCAA pode reduzir a quantidade de triptofano que atravessa o BBB, potencialmente retardando a fadiga. E há mais: o metabolismo das BCAAs irá diminuir a produção de lactato, fazendo com que sua capacidade de praticar exercícios de resistência aumentem e muito.

Estudos também sugerem que os BCAAs podem reduzir a degradação da proteína do músculo esquelético e promover recuperação e resposta imune do exercício.

Dose recomendada: De 3 a 6 gramas antes ou durante o exercício. Uma proporção de 2: 1: 1 leucina: isoleucina: valina é a mais benéfica.

Os atletas de resistência precisam de proteína! Não nos importa se você estiver comendo glúten, baixo teor de carboidratos, baixo teor de gordura, paleo ou qualquer outra tendência de dieta - você precisa de proteína. Embora não seja incomum para os atletas de resistência colocar mais foco na ingestão de carboidratos, a proteína é essencial para o reparo, construção e manutenção de sua massa muscular.

Além disso, quando você se exercita por longos períodos de tempo, seu corpo transforma a proteína como fonte adicional de energia, tornando ainda mais importante consumir proteínas adequadas para que você não sacrifique seu tecido muscular!

Se você deseja tirar o máximo proveito do seu suplemento de proteína, você deve consumi-lo com um carboidrato, pois a combinação de macronutrientes pode levar a taxas superiores de síntese de proteína e glicogênio.

Dose recomendada: 1 gramas por quilo de peso corporal diariamente. Durante períodos de treinamento de alto volume ou intenso, considere aumentar sua ingestão de proteína para 2 gramas por quilo de peso corporal para ajudar na manutenção e reparo da massa magra do corpo.

A glutamina é o aminoácido mais abundante encontrado no corpo, então por que você precisa complementar com o uso de suplemento? A atividade física intensa pode realmente drenar as glutaminas mais rápido do que o seu corpo pode reabastecê-las, o que, infelizmente, faz com que seu corpo quebre seu próprio músculo, deixando você em um estado catabólico. Baixos níveis de glutamina também podem comprometer seu sistema imunológico, aumentando o risco de infecções.

Fazer o consumo de suplementos de glutamina demonstrou ajuda na recuperação, além de impulsionar a função imune após exercício exaustivo. Um estudo publicado no European Journal of Applied Physiology and Occupational Physiology entrevistou mais de 200 corredores e remeiros e descobriu que 81 por cento dos atletas que consomem suplementos com glutamina não relataram infecções após treinamento intensivo, em comparação com apenas 49 por cento no grupo de placebo. Em resumo, este estudo sugere que a suplementação de glutamina pode reduzir sua vulnerabilidade a infecções após o exercício prolongado, ajudando você a treinar duro e se recuperar rapidamente.

Dose recomendada: 20 gramas por dia

Agora que você já sabe as substâncias que são necessárias para que seu treino de performance dure mais e sua energia seja aumentada, verifique os nossos produtos que mais se adequam aos seus objetivos e compre agora o seu suplemento mais barato.

Itens 49 para 67 do 67 total

por página
Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5

Itens 49 para 67 do 67 total

por página
Página:
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5