Você já ouviu falar em memória muscular?

Memoria Muscular

Sim, é verdade! Nosso corpo possui uma memória muscular. Mas, afinal, você sabe como ela funciona?

Todas as pessoas que frequentam a academia e têm uma rotina de treino e de alimentação com a finalidade de ganhar massa muscular, sabe que, se por algum motivo qualquer elas precisem parar de treinar, os ganhos desaparecerão aos poucos.

Porém, ao retomar a rotina, é possível perceber que os ganhos anteriores são atingidos rapidamente. Isso quer dizer que a definição muscular que havia conseguido e a queima de gordura são obtidas bem mais rapidamente que da primeira vez.

Isso acontece por causa da memória muscular.

Como funciona a memória muscular?

Ao treinar, os atletas fitness e os frequentadores de academia, estimulam a produção dos miócitos (células musculares) e há um aumento considerável das fibras musculares que compõem os músculos e que são responsáveis pela hipertrofia.

Ao contrário das outras células do corpo, os míócitos possuem vários núcleos e, conforme os treinos vão acontecendo, novos núcleos vão sendo adicionados nas fibras. Esses núcleos são os responsáveis pelo aumento da massa muscular, ou seja, a hipertrofia.

Quando o indivíduo para de treinar por um tempo, há a perda da hipertrofia, mas não dos núcleos que foram adicionados às fibras. Isso garante que, ao retomar os treinos, a hipertrofia surja mais rapidamente, o que caracteriza a memória muscular.

O que a ciência tem a dizer sobre a memória muscular

Estudos para comprovar a existência da memória muscular foram feitas em camundongos em uma universidade da Europa, porém, ainda não há nenhum estudo científico realizado em humanos.

Entretanto, há diversos relatos de atletas que passaram por essa experiência e perceberam o retorno rápido dos ganhos que haviam sido obtidos antes da pausa nos treinos. Além disso, esses atletas relatam uma queima de gordura mais intensa também.

Entretanto, o fato da pessoa, na teoria, saber o que está fazendo ajuda muito. Afinal de contas, quanto mais bem executado o movimento de repetição nas séries de musculação, maior a eficácia e mais rápido o resultado.

Outro fato importante em relação à volta a rotina de treinos é que a adaptação não só aos treinos, mas à alimentação mais regrada e à suplementação é facilitada, pois o organismo já passou por essa experiência e, portanto, se encontra preparado para receber esses estímulos.

A memória muscular acontece com mais intensidade nos jovens. Nos adultos, apesar de lidarem com outros fatores, por exemplo, o fator hormonal, os ganhos demoram um pouco mais a aparecer e a disciplina exigida em relação aos treinos e à alimentação precisam ser maiores. Mesmo assim, a memória muscular também é observada.

Suplementos para superar a memória muscular

A suplementação e a memória muscular

Ao retomar a rotina de treinos e musculação, a suplementação terá um papel importante e estimulará de forma mais rápida os ganhos de seus objetivos de treinos.

Como os músculos já possuem uma quantidade considerável de núcleos, os suplementos não terão de começar suas ações do “zero” e, isso, facilita a absorção dos componentes de sua fórmula, bem como a síntese de proteínas para o ganho da hipertrofia.

Lembre-se sempre de consultar um especialista para o retorno às atividades físicas. Bom treino.