Tribulus terrestris preço, como funciona, aumenta a testosterona

A erva tribulus terrestris conta com uma substância protodioscina, que é responsável por causar diversos benefícios ao seu corpo ao utilizar à planta. Muitos estudos já comprovaram que a protodioscina é capaz de estimular uma outra substância chamada óxido nítrico que por sua vez tem um efeito vasodilatador. Devido a isso, diversos estudos realizados em animais já mostraram que o tribulus terrestris é capaz de reduzir a pressão arterial e também fornecer uma ereção muito mais prolongada nos homens.

A protodioscina que está presente na planta também é capaz de inibir a enzima conversora de angiotensina que quando produzida em grandes quantidades, resulta no aumento da pressão arterial. Além disso, a protodioscina contida no tribulus terrestris é capaz de estimular o hormônio LH localizado no testículo do homem. Quando há estimulação deste hormônio, a produção de testosterona é aumentada.

Tribulus terrestris

A verdadeira origem do nome desta erva veio do grego “tríbulo” que designa estrepe, que é uma arma espinhosa que possui quatro pontas. Ela possui quatro pontas porque, após a florada da planta – as flores são amarelas e pequenas, com até 1 cm – nascem diversos frutos que soltam sementes duras em formato de espinhos, tão resistentes que facilmente podem furar pneus de bicicletas de quem se aventura em trilhas, machucar patas de animais ou os pés pessoas que preferem andar descalço. O tribulus terrestris possui uma grande característica de uma planta rasteira, pois ela cresce horizontalmente, junto ao solo.

Ela é normalmente muito conhecida por seu nome científico, o que não é muito comum entre plantas medicinais, Tribulus também é conhecida como a videira da punctura, abrolhos, abre olhos, cabeça de cabra, entre outros nomes regionais.

Assim como todas as planta, o tribulus também possui uma série de fitoquímicos, contudo, acredita-se que aqueles responsáveis pelos seus efeitos biológicos sejam da classe das saponinas, de uma forma mais específica, a saponina esteroidal chamada protodioscina.

Tribulus terrestris o que é?

Tribulus terrestris é uma erva de Ayurveda que é principalmente recomendada para a saúde masculina, incluindo virilidade e vitalidade, e especificamente mais atendidas à saúde cardiovascular e urogenital. É um suplemento comum para as suas propriedades de aumento da libido e as supostas propriedades de elevação da testosterona.

Na ajuda em relação a parte sexual, o tribulus consegue ser um excelente potenciador da libido de uma forma confiável e potente em ratos e o estudo em pessoas também está se demonstrando ser promissor. Foram feitos testes avaliando isso e foi confirmado um aumento no bem-estar sexual e na função erétil. Embora não seja exatamente conhecido o funcionamento do tribulus, é conhecido por melhorar a densidade do receptor de andrógenos no cérebro (tecido muscular não confirmado), o que pode aumentar as propriedades de androgênio que aumentam a libido. Evidências limitadas sugerem que é fraco para não efetivo em aumentar a fertilidade.

Um componente específico, a tribulosina, parece ser bastante cardioprotetor e é efetivo na faixa de 1-10nM

Tribulus terrestris suplemento

O suplemento tribulus terrestris é possível ser consumido no formato em pó ou da própria erva naturalmente.

Tribulus terrestris para mulher

Uma ótima notícia é que as mulheres também podem fazer o uso do tribulus terrestris. Em um pequeno estudo realizado no ano de 2008, diversos pesquisadores verificaram que essa substância possui propriedades de esteróides endógenos, devido à isso fizeram testes em mulheres e foi verificado que, após dois dias de uso, tomando 3 vezes por dia o suplemento, essas mulheres tomaram 500 mg em casa dose (1500 mg / dia total). O tribulus não alterou a testosterona, hormônio luteinizante, DHEA ou a relação testosterona com estrogênio (razão TE).

Com toda certeza que ainda possam existir desvantagens no uso de tribulus, porém nesse estudo não foi constatado nenhum tipo de efeito colateral indesejado.

Tribulus terrestris para que serve?

Nos dias de hoje, o Tribulus terrestris é muito utilizado como suplemento alimentar natural para causar um aumento nos níveis de testosterona, um bom ganho de massa muscular e também de força. Ele é vendido em cápsulas, extrato seco e até mesmo chás, além de ser possível comprar as ervas. Diversas polêmicas envolveram a efetividade da planta para esses efeitos em pessoas e é isso que iremos esclarecer neste artigo. Verifique a seguir todos benefícios que o tribulus terrestris pode lhe proporcionar e como tomar.

1 – Tribulus aumenta os níveis de testosterona

Diversos estudos já demonstraram a real capacidade de Tribulus terrestris de conseguir aumentar os níveis de testosterona tanto nos homens quanto nas mulheres, por ser a esperança de conseguir um suplemento que tenha esse benefício, diversas pessoas, sejam atletas e não atletas, conseguem fazer o uso sem nenhum tipo de efeitos colaterais e de forma natural. Afinal, a testosterona é uma substância fundamental para o desempenho físico, resistência e ganho de massa muscular.

Uma pesquisa realizada na universidade da Lituânia conseguiu confirmar este ponto. Quando atletas tomaram o suplemento de tribulus terrestris por 20 dias, 1 cápsula três vezes ao dia, cada cápsula tendo a quantidade de 625 miligramas de um extrato com concentração de saponinas em 40%, foram verificados aumentos significativos nos níveis de testosterona sanguínea. Mas o aumento ocorreu apenas nos primeiros 10 dias de uso do suplemento, enquanto nos outros 10 dias não houve alteração. Esse efeito realmente ocorre através do aumento dos outros hormônios que possuem a função de aumentar a produção de testosterona, como por exemplo o hormônio luteinizante (LH) ou o hormônio folículo estimulante (FSH).

Um outro detalhe é que o efeito de elevação nos níveis de testosterona também parecem ser dose dependente, ou seja, doses muito baixas ou muito altas não possuem nenhum efeito, é necessário tomar na quantidade recomendada.

Um outro estudo feito com macacos demonstrou que a aplicação de protodioscina isolada injetável resultou em um aumento agudo de 52% na testosterona sérica, mas esse valor voltou ao seu normal depois de 90 a 180 minutos. Nesse mesmo estudo realizado, uma outra administração de tribulus foi feita com a quantidade de 5 a 10 mg/kg durante o período de 8 semanas em coelhos e ratos, ela fez com que a quantidade de di-hidrotestosterona aumentasse, um metabólito ativo da testosterona, sem que os níveis do hormônio fossem alterados, enquanto nos ratos castrados foi constatado o aumento da testosterona circulante em 25%.

Outro estudo muito importante que foi realizado, comprovou aumentos significativos de testosterona ao injetar suplemento de tribulus em ratos menos ativos sexualmente (e comparação a outros ratos quando expostos a fêmeas receptivas). Com doses de 50 e 100mg/kg do extrato do fruto de Tribulus terrestris foi possível conseguir um aumento nos níveis de testosterona de 30% e 55% respectivamente.
Um estudo feito com pessoas saudáveis comprovou um aumento dos níveis de testosterona ou hormônio luteinizante usando suplementação de 200 mg por dia de um extrato contendo 60% de saponinas.

Já nas mulheres, apenas uma dose de 450 mg por dia não apontou qualquer alteração nos níveis hormonais.

Em resumo, muitos estudos em animais e alguns em humanos foram realizados sem levar a conclusões definitivas sobre esse ponto. O que parece ocorrer e o que muitos especialistas acreditam, é que a ação de Tribulus terrestris é adaptogênica, ou seja, ele teria ação significante apenas enquanto atua na restauração de condições de equilíbrio do organismo.

2 – Melhora o desempenho muscular

Não se verificado nenhuma alteração na captação de glicose pelo tecido muscular esquelético em estudo em ratos diabéticos com uma dose de extrato alcoólico de Tribulus terrestris de 50 mg/kg. Porém muitos estudos ainda estão sendo realizados.

Em pessoas os testes demonstraram uma grande melhoria na  melhora na força e resistência muscular. Foram consumidas doses de 3.21 mg/kg (45% de saponinas) e 450 mg (60% saponinas), todas em pessoas do sexo masculino, com um ótimo condicionamento físico, treinadas ou atletas.

3 – Ajuda contra a diabetes

Diversos estudos realizados em animais com diabetes induzida por estreptozotocina, com o uso de Tribulus terrestris na dose 2 g/kg comprovou um efeito igual à dose de 10 mg/kg de glibenclamida (um importante medicamento que é utilizado no controle do diabetes) para normalizar os níveis séricos de AST (uma enzima hepática) e ainda foi muito mais eficaz em normalizar os níveis de ALT (outra enzima hepática) e creatinina. Muitos exames histológicos realizados comprovaram um menor dano tissular no fígado, indicando o efeito protetor da planta.

Um outro detalhe de uma outra pesquisa feita, é que ela demonstrou um aumento nos níveis de insulina no sangue de ratos diabéticos que tomaram uma dose de 50 mg/kg do extrato hidroalcoólico.

4 – Faz com que sua libido aumente

Experimentos feitos com ratos, indicaram que o uso do suplemento de tribulus na quantidade de 5 mg por kg de peso corporal, durante 8 semanas, resultaram em um aumento na expressão de receptores de andrógenos no hipotálamo, além de um indicativo no aumento da atividade da enzima Óxido Nítrico Sintase (NOS), e consequentemente melhorando a produção de NO, uma molécula importantíssima para o mecanismo de ereção. Esses resultados comprova que a ação de aumento da libido promovida pelo Tribulus terrestris pode estar relacionada a uma ação no sistema nervoso central, aumentando a sensibilidade à sinalização hormonal e não a uma ação androgênica intrínseca.

Estudos feitos com pessoas provou a ação de Tribulus em melhorar o bem-estar sexual e a ereção, corroborando o uso da erva na medicina tradicional popular para essa finalidade.

5 – Causa o aumento do apetite

Diversos estudos realizados em ratos usando doses de 2,5; 5 e 10 mg/kg de extrato de Tribulus terrestris comprovou um aumento de peso em todos os casos, com o mais pronunciado tendo ocorrido com a dose 5 mg/kg. Mas somente com esse estudo não foi possível identificar se esse aumento de peso foi devido ao aumento de ingestão alimentar. Um outro estudo em ratos com depressão induzida, com injeção do suplemento nas doses de 750 a 2.250 mg/kg não levou à melhora do baixo apetite induzido pelo estresse.

6 – Contém efeitos analgésicos

Um estudo feito com camundongos comprovou que uma injeção de extrato de Tribulus terrestris de 100 mg/kg foi a quantidade mais eficaz para reduzir a dor induzida quimicamente ou pelo calor, podendo, inclusive, ser comparado com medicamentos que já são utilizados como analgésicos. Em ratos diabéticos os resultados também foram excelentes, reduzindo a hiperalgesia induzida pela doença.

7 – Possui efeitos antidepressivo

Em um estudo feito com ratos portadores que possuíam depressão induzida por estresse crônico, foram injetadas altas doses do extrato (2250 mg/kg) com alta concentração de saponinas (80%), foi comprovado ser eficaz na redução total de indicadores séricos da doença (corticosterona, hormônio adrenocorticotrófico e fator de liberação de corticotropina). Uma dose de 750 mg/kg teve a mesma eficiência de um medicamento comumente utilizado para o tratamento da depressão, a fluoxetina (1.8 mg/kg).

8 – Proporciona benefícios para o coração

Estudos in vitro foram capazes de constatar a verdadeira capacidade de Tribulus terrestris em reduzir em 20 a 30% o dano causado por infarto do miocárdio, ou seja menos, foi comprovado que o tecido lesado foi melhorado na presença do extrato em concentrações bastante baixas. A ação é atribuída à presença de uma outra saponina, a tribulosina, que é responsável por bloquear as vias de sinalização de morte celular nos cardiomiócitos (células musculares do coração). Também acredita-se que o uso do suplemento via oral tenha grandes benefícios em proteger as células cardíacas.

Em homens com hipertensão, o consumo de Tribulus terrestris também indicou uma boa redução no ritmo cardíaco.

9 – Diminui a pressão arterial

Estudos feitos com ratos naturalmente hipertensos, comprovou que o extrato liofilizado dos frutos de Tribulus (10 mg/kg) foi capaz de diminuir a pressão sanguínea por normalizar a atividade da ECA (enzima conversora de angiotensina), um dos principais objetivos terapêuticos de fármacos anti-hipertensivos. A atividade inibidora da ECA foi detectada também na pesquisa in vitro.

Já em outros ratos saudáveis, não teve nenhum tipo de alteração da pressão sanguínea em estado de repouso, e foi verificado uma pequena elevação durante a ereção, que foi dose dependente, aumentando a pressão nos níveis de 6 a 11% com doses de 2,5 a 10 mg/kg.

Nas pesquisas realizadas com pessoas hipertensas, o extrato do fruto de Tribulus terrestris a uma dose de 2g resultou em uma ótima redução da pressão sistólica na primeira semana (4 a 4,3%), mas no final das quatro semanas o aumento total foi de até 10,7%. A pressão diastólica reduziu cerca de 8% depois das quatro semanas de tratamento. O fato das pessoas testadas nos estudos apresentarem pressão acentuadamente alta, faz com que os resultados devam ser observados com cuidado.

Desta forma é possível afirmar que a planta apresenta uma tendência em reduzir a pressão arterial.

10 – Reduz os níveis do colesterol

Um estudo feito utilizando a dose de 3 g por dia do extrato aquoso ou dos frutos de Tribulus durante o período de 4 semanas resultou em uma redução de até 10% no nível do colesterol total, enquanto o placebo conseguiu reduzir aproximadamente 2%. O resultado mostra uma potencial ação da erva sobre o colesterol e devem ser realizados estudos mais profundos.

Tribulus terrestris efeitos colaterais

Eu acho que na maioria das pessoas saudáveis ​​tribulus, provavelmente é seguro. Dito isto, eu notei pessoalmente um estranho efeito colateral quando tomei tribulus por algumas semanas, então veja meu experimento com tribulus para mais informações.

Em um relato de caso de 2004, um fisiculturista masculino foi tratado por ginecomastia (aumento do peito masculino) após tomar um suplemento de ervas contendo tribulus. É difícil dizer quão provável é isso que a prevalência de ginecomastia entre os levantadores de peso que usam tribulus é desconhecida. Há também algumas especulações de que o tribulus pode aumentar os níveis de açúcar no sangue. Isso pode ser um problema para os diabéticos que usam suplementos tribulus.

Tribulus terrestris não parece ter sido muito estudado em seres humanos sobre quais seus efeitos colaterais podem ser. Algumas pesquisas de ratos de laboratório sugerem que pode aumentar o tamanho da próstata. Este pode ser um problema para os homens que têm problemas de próstata como BPH. Este efeito não foi provado em seres humanos tanto quanto eu sei. Outra pesquisa – novamente de ratos de laboratório – sugere que o tribulus pode baixar o açúcar no sangue. Em teoria, isso pode ser um problema para os diabéticos.

Como tomar tribulus terrestris?

Iremos explicar agora de uma vez por todas como você deve exatamente fazer o consumo do tribulus terrestris para obter os melhores resultados e não possuir nenhum tipo de efeitos colaterais:

Se atente as variações entre os extratos

Por mais que diversos extratos do tribulus sejam da mesma família ou espécie, existem diferentes origens de ervas que podem implicar em concentrações diferentes em seus ativos, como ocorre, por exemplo, com a mesma uva utilizada na produção de vinho que é cultivada em diferentes lugares do mundo. Da mesma forma acontece com o Tribulus, pois sua concentração de saponinas poderá variar de região para região e com quais partes da planta são utilizadas para realizar a produção do extrato. A concentração de protodioscina é que determinante para a força e quantidades que você irá consumir desse extrato, pois ele é o agente mais ativo. Alguns extratos originários da Turquia, Macedônia e Bulgária têm apresentado concentrações mais elevadas, enquanto os de outros países como China e Vietnã apresentaram concentrações significativamente menores. Por isso, quando possível, é importante saber a origem do suplemento que você irá utilizar e qual a sua concentração de saponinas.

O ideal é sempre tomar extratos que forneçam no mínimo uma concentração de saponinas entre 40 e 45%, e 6% de protodioscina.

Quais as doses recomendadas?

Assim como verificamos em todos os experimentos realizados, uma dosagem específica para determinados efeitos é um pouco complicado de determinar, além das grandes variações nas concentrações de saponinas entre as diferentes origens, fabricantes, etc, que podem influenciar na dose necessária. Porém, a dose geralmente recomendada por médicos e especialistas é bastante segura, faça o consumo de Tribulus terrestris nas doses de 85 a 250 mg 3 vezes por dia.

Tribulus terrestris qual o preço?

O preço do tribulus terrestris irá variar dependendo da quantidade desejada e do fabricante, os valores podem ser encontrados a partir de R$ 110. Compre aqui.

Tribulus terrestris onde comprar?

É possível você comprar seu turibulus terrestris nas melhores lojas de suplementos online e lojas de produtos naturais, existe a versão natural no formato de erva e também em pó 500 mg.

Gostou? Compartilhe!